Micks

Curiosidades sobre a história da internet

Acordar e pegar o celular para conferir notícias, mensagens, novidades e suas redes sociais é uma atividade trivial hoje em dia para a grande maioria das pessoas. Mas essa realidade não era possível a poucos anos atrás, antes da popularização da banda larga.

Há mais de 50 anos, os computadores eram máquinas que realizavam cálculos e armazenavam informações, geralmente, para fins científicos, militares e governamentais. Os principais meios de comunicação na época eram os telefones e telégrafos, ter um computador pessoal era coisa de ficção cientifica. Acessar informações do mundo todo na palma da sua mão, era um sonho distante até para os mais modernos.

Conhecer a história da Internet no Brasil e no mundo é fascinante. Neste artigo sobre história da internet, você descobrirá os principais acontecimentos que marcaram o nascimento da revolução tecnológica que marcou o mundo nos últimos 40 anos.

Como tudo começou

Para entender como tudo começou, precisamos voltar um pouco na história.

No fim da década de 1950, Estados Unidos e a União Soviética protagonizavam a Guerra Fria, um embate em termos ideológicos, econômicos, políticos, militares e, é claro, tecnológicos.

Por causa desse conflito, os EUA buscavam uma maneira de proteger suas informações militares e a comunicação em caso de ataque nuclear soviético. As inovações criadas para solucionar esse problema criaram o que hoje conhecemos como internet. Os EUA criaram a DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency,ou Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa, em português).

 A DARPA foi responsável pela pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias para fins defensivos e militares, entre elas, a rede de computadores por isso foi fundamental na história da Internet.

Nos anos de 1960, pesquisadores trabalharam em sistemas de comunicações de computadores conectados por meio de uma rede descentralizada, para que caso um ou mais computadores fossem destruídos, os demais poderiam continuar funcionando e interligados a rede.

Em 1965, Lawrence G. Roberts e Thomas Merrill conectaram um computador TX2 a um Q-32 por uma linha telefônica comutada de baixa velocidade. O experimento foi um sucesso e é marcado como o acontecimento que criou a primeira WAN (Wide Area Network) da história.

Em 1966, quando Roberts, trabalhando para a DARPA, criou o plano da ARPANET para desenvolver a primeira rede de comutação de pacotes. Em 1969, o projeto ganhou visibilidade quando um computador da Universidade da Califórnia (UCLA) se conectou com sucesso a outro do Stanford Research Institute (SRI). A conexão foi tão bem-sucedida que, meses depois, quatro universidades americanas já estavam interconectadas. Assim nasceu a ARPANET!

Em 1972, mais novidades chegaram quando o software básico de e-mail foi desenvolvido, que se tornou o aplicativo mais importante da década e mudou a forma como as pessoas de comunicavam. Seu impacto foi tão grande que a ARPANET se afastou gradativamente do uso militar, aproximando-se do uso científico na disseminação de informações. Em 1974, mais de 50 universidades americanas estavam conectadas à ARPANET.

Vários outros avanços tecnológicos aconteceram entre as décadas de 1970 e 1980. Mas o mais importante delas aconteceu em 1989, quando Tim Berners-Lee desenvolveu a World Wide Web para facilitar o trabalho colaborativo no CERN (European Organization for Nuclear Research).

Basicamente, a WWW funciona como um sistema de distribuição de documentos de hipertexto (HTTP) interconectados e acessíveis por meio de um navegador web conectado à Internet. Em 1991, foi aberto ao público externo. Isso foi possível graças à criação do navegador Mosaic em 1993. De fato, sua recepção foi tão rápida que em 1997 havia mais de 200 mil sites.

A internet no Brasil

A Internet chegou no Brasil em 1988 por iniciativa da comunidade acadêmica de São Paulo e Rio de Janeiro. Em 1989, foi criada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, a Rede Nacional de Pesquisas (RNP), uma instituição com objetivos de iniciar e coordenar a disponibilização de serviços de acesso à Internet no Brasil, como ponto de partida foi criado um backbone, interligando instituições educacionais à Internet. Esse backbone inicialmente interligava 11 estados a partir de Pontos de Presença em suas capitais. E ligados a esses pontos foram criados alguns backbones regionais, a fim de integrar instituições de outras cidades à Internet.

A popularização da internet só começou de verdade em dezembro de 1994, a partir de um projeto piloto da Embratel, onde foram permitidos acesso à Internet inicialmente através de linhas discadas.

No começo de 1995, a Embratel perdeu a exclusividade de distribuição e empresas privadas começam a explorar o serviço. Sites de notícias, bancos, empresas e bandas foram os primeiros nessa corrida. No final desse ano, já eram 20 provedores privados e 120 mil pessoas conectadas.

Em janeiro de 1996, eram 851 domínios no Brasil, incluindo o primórdio de alguns gigantes atuais como o Terra e o UOL.

No mesmo ano, Gilberto Gil estreou transmissões de música no país com o lançamento pela internet da música chamada “Pela Internet” em colaboração com a IBM. A iniciativa é considerada um dos primeiros streamings de música ao vivo da história mundial da internet.

A colaboração da Micks na expansão da internet brasileira

A MICKS TELECOM nasceu em 1994 como empresa de soluções tecnológicas e em 1997 assumiu o desafio de contribuir com a expansão da Internet no Brasil instalando seu Provedor de Internet e se dedicando a essa missão de conectar sonhos, pessoas, lugares, ideias e negócios.

Nossos times contam com membros que participaram do início da Internet na Bahia e colaboradores qualificados. Ao longo da nossa trajetória desenvolvemos um conhecimento sobre as tecnologias e estrutura da Internet e das redes de acesso residenciais e corporativas de alta performance.

Atuamos intensamente no mercado para oferecer o que há de mais moderno com visão inovadora para o futuro e experiência do passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =

Atendimento

SEGUNDA A SEXTA

8h às 22h

FINS DE SEMANA E FERIADOS

8h às 12h e das 14h às 18h